6 de setembro de 2010

Curso Topografia Militar: Este eu tenho!

Major Olívio Godim de Uzêda
Curso de Topografia Militar
1944

Biblioteca Militar – Parecer
O cap. Olívio Godim de Uzêda apresenta um curso Topografia Militar.

As recomendações que acompanham a obra (do Ten. Coronel Floriano de Lima Brayner, instrutor-chefe da Escola Militar, Major Osvaldo de Araújo Mota, sub-diretor da Escola das Armas, Major Artur da Costa e Silva, comandante do Centro de Instrução de Moto-mecanização e Major Aureliano de Farias, professor de Geodésica e Topografia da Escola Técnica do Exército) são excelentes credenciais.

O ligeiro exame que procedi dá a impressão de ser, no assunto, a obra mais completa que se tenha feito no Brasil. A análise do índice mostra que o trabalho está orientado no verdadeiro sentido militar.

Além disso, será de interesse limitado a reduzido número de assinantes da Biblioteca Militar.

Importará em custosa obrigação, inicialmente sem lucro pecuniário para a Biblioteca, pois a venda aos interessados (oficiais alunos das escolas militares) só cobrirá a despesa no fim de alguns anos.

Considerada a importância da obra, poderia ser empreendida a publicação, como volume avulso, de edição limitada a 2.000 exemplares, para serem vendido ao preço que cobrisse a despesa e permitisse ao autor um lucro de 30% sobre o preço da venda, lucro que lhe seria entregue depois de cobertas as despesas da Biblioteca Militar. Ao autor seriam oferecidos independentes do lucro pecuniário, 25 exemplares assim que a obra fosse publicada.

Mas as vantagens seriam problemáticas, havendo o risco de ônus para a Biblioteca e, conseqüentemente, nenhum lucro para o autor.

Assim, parece mais conveniente fazer-se a publicação pelo Ministério da Guerra, Imprensa Militar, por menor custo, independentemente da Biblioteca, solicitando-se autorização ao Senhor Ministro, a quem compete arbitrar o número de exemplares que devam ser cedido ao autor, a título de gratificação pelo valioso trabalho realizado.

Rio, 1-VII-1941.

(ass.) Gen. V. Benício

Confere com o original – Tasso M. Rego Serra, Cap. Secretário.

Um comentário:

  1. Prezado;

    Boa tarde!

    Achamos seu blog super interessante, atualizado e com notícias relevantes.

    Em breve a Geoambiente lançará seu novo blog, com notícias do mercado de Geotecnologias.

    Gostaríamos de receber sua visita, seus comentários e sua participação.

    Assim que estiver no ar, nós avisaremos!

    Um forte abraço!

    ResponderExcluir

Representações Cartográficas

Globo - representação esférica, em escala pequena, dos apectos naturais e artificiais de uma figura planetária, com finalidade ilustrativa.

Mapa - representação plana, em escala pequena, delimitada por acidentes naturais ou políticos-administrativos, destinada a fins temáticos e culturais.

Cartas - representação plana, em escala média ou grande, com desdobramento em folhas articuladas sistematicamente, com limites de folhas constituídos por linhas convencionais, destinada a avaliação de distância e posições detalahadas.

Planta - tipo particular de carta, com área muito limitada e escala grande, com número de detalhes consequentemente maior.

Mosaiso - conjunto de fotos de determinada área, montadas técnica e artisticamente, como se o todo formasse uma só fotografia. Classifica-se como controlado, obtido apartir de fotografia aéreas submetidas a processos em que a imagem resultante corresponde à imagem tonada na foto, não controlado, preparado com o ajuste de detalhes de fotografia adjacentes, sem controle de termo ou correção de fotografia, sem preocupação com a precisão, ou ainda semicontrolado, montado combinando-se as duas características descritas.

Fotocarta - Mosaico controlado, com tratamento cartográfico.

Ortofotocarta - fotografia resultante da transformação de uma foto original, que é um perspectiva central do terreno, em uma projeção ortogonal sobre um plano.

Ortofotomapa - conjunto de várias ortofotocartas adjacentes de uma determinada região.

Fotoíndice - montagem por superposição das fotografias, geralmente em escala reduzida. É a primeira imagem cartográfica da região. É o insumo necessário para controle de qualidade de aerolevantamentos utilizados na produção de cartas de métedo fotogramétrico.

Carta Imagem - imagem referênciada a apartir de pontos identificáveis com coordenadas conhecidas, superposta por reticulado da projeção

Revista Geografia, Conhecimento Prático, n 23, p 54. ed. Escala