1 de setembro de 2014

4º EDIÇÃO DO CURSO DE NAVEGAÇÃO TÁTICA DE ASSALTO E RESGATE - NTAR/2014

Nos dias 30 e 31 de agosto realizou-se a 4º Edição do Curso de Navegação Tática de Assalto e Resgate no Município de Benevides pela empresa de Capacitação Recomendada na Intervenção Especiais – C.R.I.S.E - http://www.crisetreinamento.com.br/

Figura 1 - Curso de Navegação Tática de Assalto e Resgate - NTAR 2014.

A área utilizada para curso teórico e prático foi a da Belíssima Reserva das chácara de propriedade do Sr. Rudi Carlos Schunke (R.C. Schunke ME Incorporadora), com 49.490,20 m² e perímetro de 1.048,53m. E segundo Fabrício Araújo, “um verdadeiro playground”. https://www.facebook.com/Reservadachacaras.
 
Figura 2 - Condomínio Reserva das chácaras - Benevides - Pará.

Figura 3 - Pagina da Reserva das Chácaras: https://www.facebook.com/Reservadachacaras
 
O curso teve a participação de vintes alunos de diferentes seguimentos profissionais como: profissionais de segurança patrimonial, Policiais Militares, Exército Brasileiro, Bombeiros militar e do Grupo de Paraense de Airsoft (GPRA).

 Figura 4 - Profissionais de Segurança Pública, Privada e GPRA no NTAR - 2014.
 
No apoio tivemos a participação do Clube de Orientação Geopara (Leonardo Santos) e Coari na pessoa do Sr. João Tenórios, Fabricio Araújo (OTAAM, COARI). Pela empresa Crise Treinamento: Novaes, Rafael, Luis Schunke, Rafael e por fim o apoio da OTAAM (Operação Tática Airsoft da Amazônia) na pessoa do Sr. Luis Beto Vilemberg e por fim a Srª Valéria (logística de alimentação e refém).
 
Figura 5 - Equipe de apoio e combate: Luis Schunke, João Tenórios e Luis Beto Vilemberg.

Figura 6 - Equipe de combate: Leonardo Santos, Luiz Beto Vilemberg, Fabrício Araújo e Novaes .

O curso visa à capacitação do operacional em navegar com mapas topográficos, bússola e GPS, utilizando cartas topográficas em diversas escalas, objetivando a localização e deslocamento para a captura de suspeitos criminosos armados e resgate de reféns.

Figura 7- Dinâmicas do NTAR - 2014.
 

Figura 8 - Dinâmicas do NTAR - 2014.

Também os alunos serão capazes de:


·         Dominar os principais conceitos espaciais e sua representação;
·         Utilizar os recursos cartográficos no apoio a tomadas de decisões;
·         Saber planejar ações com a utilização dos recursos cartográficos;
·         Conhecer, praticar e aplicar as condutas de patrulhas em área de selva;
·         Saber aplicar a Patrulha de Assalto;
·         Saber a aplicar a Patrulha de Reconhecimento;
·         Conhecer as Técnicas de assalto em área de selva;
·         Conhecer as formações utilizadas em área de selva
·         Saber progredir ponto a ponto;
·         Desenvolver a comunicação gestual;
·         Saber utilizar a lanterna em área de selva;

Figura 9 - Instrução de planejamento de patrulha, orientação e navegação para assalto e resgate.

Nesta edição realizou-se também um percurso de orientação de 1Km para os alunos onde ponderam desenvolver de forma prática a navegação e orientação com um mapa especial na escala de 1:5.000 e 1:3.500, com muita riqueza de detalhes, confeccionado pela Geopara consultoria em geotecnologia (Leonardo Santos).
 
Figura 10 - Mapas especiais produzidos pela Geopara geotecnologia para missões do NTAR - 2014.

Outro diferencial nesta edição foi à utilização do armamento de airsoft que é um esporte que simula situações diversas de combate. Para isso são utilizados equipamentos que disparam bolinhas de plástico (bbs) de 6 mm de diâmetro.

São rígidas, não possuindo nenhum tipo de tinta, ou sistema de marcação. Tais equipamentos são réplicas externas de armas de fogo reais, porém, seu mecanismo interno em nada se assemelha com as mesmas, sendo impossível qualquer conversão das armas de airsoft para o uso com munição real (http://www.qgairsoft.com.br). Como esporte funciona: https://www.youtube.com/watch?v=NYtyO0dlvao.
 
Figura 11 - Logomarca do GRPA - Grupo de Paraense de Airsoft.
 
No último dia de curso os alunos realizaram simulados de combate de assalto e resgate de refém e diversos terrenos com, por exemplo, em área de vegetação, campos e outros. As ações de aproximação e confronto em área de selva utilizou-se recurso cartográficos, bússolas e GPS,s através de plotagem de pontos em carta, medidas de distâncias e determinação de azimute e contra azimute e outros.
 
Ao final e empresa C.R.I.S.E Treinamento conferiu ao Sr. Rudi Carlos Schunke o Diploma de Amigo da C.R.I.S.E pela assinalada cooperação prestada a esta organização de capacitação tática.
 
Figura 12 - Modelo de Diploma Amigo da C.R.I.S.E.
 
Figura 13 - Finalização do Curso de Navegação Tática de Assalto e Resgate - NTAR 2014.

3 comentários:

Representações Cartográficas

Globo - representação esférica, em escala pequena, dos apectos naturais e artificiais de uma figura planetária, com finalidade ilustrativa.

Mapa - representação plana, em escala pequena, delimitada por acidentes naturais ou políticos-administrativos, destinada a fins temáticos e culturais.

Cartas - representação plana, em escala média ou grande, com desdobramento em folhas articuladas sistematicamente, com limites de folhas constituídos por linhas convencionais, destinada a avaliação de distância e posições detalahadas.

Planta - tipo particular de carta, com área muito limitada e escala grande, com número de detalhes consequentemente maior.

Mosaiso - conjunto de fotos de determinada área, montadas técnica e artisticamente, como se o todo formasse uma só fotografia. Classifica-se como controlado, obtido apartir de fotografia aéreas submetidas a processos em que a imagem resultante corresponde à imagem tonada na foto, não controlado, preparado com o ajuste de detalhes de fotografia adjacentes, sem controle de termo ou correção de fotografia, sem preocupação com a precisão, ou ainda semicontrolado, montado combinando-se as duas características descritas.

Fotocarta - Mosaico controlado, com tratamento cartográfico.

Ortofotocarta - fotografia resultante da transformação de uma foto original, que é um perspectiva central do terreno, em uma projeção ortogonal sobre um plano.

Ortofotomapa - conjunto de várias ortofotocartas adjacentes de uma determinada região.

Fotoíndice - montagem por superposição das fotografias, geralmente em escala reduzida. É a primeira imagem cartográfica da região. É o insumo necessário para controle de qualidade de aerolevantamentos utilizados na produção de cartas de métedo fotogramétrico.

Carta Imagem - imagem referênciada a apartir de pontos identificáveis com coordenadas conhecidas, superposta por reticulado da projeção

Revista Geografia, Conhecimento Prático, n 23, p 54. ed. Escala