14 de maio de 2012

Onde obter dados de MNT – Modelos Numéricos de Terreno?


Este postagem tem como objetivo orientar os usuários na aquisição de imagens SRTM para Modelos Númerico de Terreno (MNT’s) ou Modelo Digital de Terreno (MDT’s). Tais nomenclaturas obedecem à idéia de que esse tipo de modelagem procura representar digitalmente o comportamento da superfície do planeta.

Atualmente, porém, essa visão tornou-se um pouco mais abrangente, podendo esse modelo ser considerado como representação digital da variação contínua de qualquer fenômeno geográfico que ocorre na superfície ou mesmo na atmosfera terrestre. Para isso, entretanto, são necessários a aquisição e o processamento de uma grande quantidade de dados, o que poderá gerar algum transtorno.

Em termos gerais, pode-se afirma que os Modelos Numéricos do Terreno podem ser representados matematicamente por meio de pontos e linhas (no plano) ou grades de pontos e polígonos (para superfícies tridimensionais). Esses modelos proporcionam, portanto, a possibilidade de construção de uma superfície tridimensional a partir de atributos de dados dispostos no sistema.

Os Modelos Numéricos do Terreno (MNT) são utilizados para trabalhos com bacias hidrográficas, cálculos de declividades, estabelecimento de perfis topográficos, elaboração de mapas de orientações de vertentes, confecções de zoneamentos climáticos e outras soluções que utilizam dados pontuais.


Imagem 01 - Belém STRM - SA-22-X-D.



Principais Aplicações:

• Armazenamento de dados de altimetria para gerar mapas topográficos.
• Análise de visibilidade a partir de pontos predefinidos.
• Análises de corte-aterro para projeto de estradas e barragens.
• Definição automática de drenagens e bacias.
• Elaboração de mapas de declividade e exposição para apoio a
• Análise de geomorfologia e erodibilidade.
• Análise de variáveis geofísicas e geoquímicas.
• Orto-retificação de imagens de sensoriamento remoto.
• Apresentação tridimensional (em combinação com outras variáveis).

Assim nesta postagem indicaremos como obter dados de MNT – Modelos Numéricos de Terreno da página da EMBRAPA (Brasil em Relevo): http://www.relevobr.cnpm.embrapa.br/download/index.htm

Todavia, ainda existem outras páginas que disponibilizam este tipo de dados são:
1 - SRTM (Shuttle Radar Topographic Mission)
http://www2.jpl.nasa.gov/srtm/
2 - USGS
http://eros.usgs.gov/products/elevation/
3 – Topodata (INPE)
http://www.dsr.inpe.br/topodata/

Os produtos gerados na iniciativa EMBRAPA oferece livre acesso a variáveis geomorfométricas locais derivadas de dados SRTM (Shuttle Radar Topographic Mission) para todo o território nacional. A utilização do dados numéricos originais (Modelos Numéricos de Elevação) exige o emprego de softwares de geoprocessamento. Os dados adquirido terão os seguintes formatos.

• plot.log
• sa-22-x-d.aux
• sa-22-x-d.rrd
• SA-22-X-D.tif
• tifdata.txt
Imagem 02 - Formatos dos arquivos baixados na página do EMBRAPA.
Fonte: http://www.relevobr.cnpm.embrapa.br.


As imagem SRTM na EMBRAPA são de:

• Formato: GEOTIFF (16 bits)
• Resolução espacial: 90 metros
• Unidade de altitude: metros
• Sistema de Coordenadas Geográfica
• Datum: WGS-84



Baixe o tutorial que orienta a aquisição de dados SRTM na página da EMBRAPA. http://www.4shared.com/office/t7Uh-jqk/Baixar_SRTM.html


Referência Obrigatória
Referência obrigatória quando da utilização deste material:
MIRANDA, E. E. de; (Coord.). Brasil em Relevo. Campinas: Embrapa Monitoramento por Satélite, 2005. Disponível em: . Acesso em: 14 maio 2012.

2 comentários:

  1. Boa tarde. Sei que preciso de softwares de geoprocessamento para abrir os arquivos de dados, e até conheço alguns SIGs, mas os que conheço não abrem estas extensões (".aux", ".rrd"). Você pode me indicar algum SIG onde eu possa abri-los?

    ResponderExcluir
  2. Caro amigo Jefferson eu utilizo o programa ENVI e ERDAS para trabalhar com imagens SRTM, mas vc pode utilizar o SPRING.

    ResponderExcluir

Representações Cartográficas

Globo - representação esférica, em escala pequena, dos apectos naturais e artificiais de uma figura planetária, com finalidade ilustrativa.

Mapa - representação plana, em escala pequena, delimitada por acidentes naturais ou políticos-administrativos, destinada a fins temáticos e culturais.

Cartas - representação plana, em escala média ou grande, com desdobramento em folhas articuladas sistematicamente, com limites de folhas constituídos por linhas convencionais, destinada a avaliação de distância e posições detalahadas.

Planta - tipo particular de carta, com área muito limitada e escala grande, com número de detalhes consequentemente maior.

Mosaiso - conjunto de fotos de determinada área, montadas técnica e artisticamente, como se o todo formasse uma só fotografia. Classifica-se como controlado, obtido apartir de fotografia aéreas submetidas a processos em que a imagem resultante corresponde à imagem tonada na foto, não controlado, preparado com o ajuste de detalhes de fotografia adjacentes, sem controle de termo ou correção de fotografia, sem preocupação com a precisão, ou ainda semicontrolado, montado combinando-se as duas características descritas.

Fotocarta - Mosaico controlado, com tratamento cartográfico.

Ortofotocarta - fotografia resultante da transformação de uma foto original, que é um perspectiva central do terreno, em uma projeção ortogonal sobre um plano.

Ortofotomapa - conjunto de várias ortofotocartas adjacentes de uma determinada região.

Fotoíndice - montagem por superposição das fotografias, geralmente em escala reduzida. É a primeira imagem cartográfica da região. É o insumo necessário para controle de qualidade de aerolevantamentos utilizados na produção de cartas de métedo fotogramétrico.

Carta Imagem - imagem referênciada a apartir de pontos identificáveis com coordenadas conhecidas, superposta por reticulado da projeção

Revista Geografia, Conhecimento Prático, n 23, p 54. ed. Escala